Coordenação - (11) 2344-4600

comunicacao@aps.santamarcelina.org

Coordenação APS

Rua Harry Dannenberg, 276

Redes Sociais

Dia “D” de combate à hanseníase é promovido na APS

Dia “D” de combate à hanseníase é promovido na APS

Vídeo educativo sobre a Hanseníase

A fim de conscientizar a sociedade para os casos de hanseníase, o mês de janeiro é dedicado ao combate e prevenção da hanseníase, uma doença infecciosa causada por uma bactéria chamada Mycobacterium leprae ou bacilo de Hansen e se não tratada a tempo pode deixar sequelas.

Conhecida como lepra, em tempos remotos, casos da doença ainda é registrado nas cidades brasileiras, inclusive nos grandes centros urbanos.

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia(SBD), em 2016, o Ministério da Saúde registrou no Brasil mais de 28 mil novos casos da doença e é considerado o segundo país do mundo com maior número de caso depois da Índia, de acordo com o Organização Mundial de Saúde (OMS).

Com tratamento gratuito, ofertado pelos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), a doença pode ser curada, mais é preciso que a população esteja consciente e faça adesão as medidas que ajudam a prevenir a doença.

“É melhor prevenir do que remediar”, não é?

Na zona leste de São Paulo, as equipes de saúde da APS Santa Marcelina, que atuam em diversas regiões, têm intensificado durante grupos e atendimentos realizado os cuidados preventivos contra a Hanseníase, visando mobilizar o maior número de pessoas para causa:

  • Em Guaianases, as equipes das UBSs Jardim Aurora/AE Jardim São Carlos realizaram palestras de conscientização sobre a doença, sintomas e tratamento e entregaram de informativos para que mais pessoas possam saber mais sobre a causa;
  • Na  UBS Thersio Ventura, em São Miguel, a equipe realizou busca ativa no território, orientando os seus cadastrados em ponto de encontro da comunidade;
  • Na região de Itaquera, as equipes das UBSs Jardim Copa, Itapema, Boni III, Nossa Senhora do Carmo e Águia de Haia, também promoveram ações na Unidade e no território para atingir seus usuários. Entre as iniciativa estava campanha na feira popular, orientações durante os atendimentos, ações no Parque do Carmo;
  • No Itaim Paulista, uma capacitação para os profissionais foi realizada na UBS Atualpa Girão Rabelo, enquanto na UBS Jardim Robru, os usuários eram orientados sobre a doença e suas consequência, sem tratamento. No CAPS Adulto Jardim Nélia, a equipe organizou um teatro que abordou a técnica e avaliação médica sobre a Hanseníase, além de uma roda de conversa com os participantes para esclarecer demais dúvidas.

É importante, saber!

Se você conhece alguém com algum dos sintomas, oriente a procurar uma UBS mais próxima da residência para avaliação clinica e tratamento.

Confira mais fotos das ações em nosso álbum dedicado a Semana D-  http://bit.ly/2sZaaG1

Sem comentários

Deixe uma resposta